MPD diz-se indisponível para o debate na RTC, porque não abdica da agenda pré formatada

16 de abril de 2021

A+ A-

MPD afirma não ter medo de enfrentar quem quer que seja em debate, mas diz que não está disponível para abdicar da sua agenda em favor de um debate que nem sequer seria de forma igualitária e justa. Isto porque na otica dos ventoinhas, um dos candidatos teria que participar a partir de São Vicente em condições tecnológicas diferentes.

MPD não está disponível para participar no último debate eleitoral, inicialmente programado para o dia 11 de abril mas que por circunstâncias processuais acabou por ser reagendado para esta sexta-feira, útimo dia de campanha, após o parecer do Tribunal Constitucional dando razão à UCID e à RTC sobre os moldes da sua realização. Para o dirigente do partido, Fernando Elísio Freire, o que se está a tentar fazer com o assunto é um teatro sem atores e o MPD não está disposto a entrar neste palco.

O dirigente reafirma que o partido não tem qualquer receio de debater com quem quer que seja até porque sempre esteve disponível para tal. Mas não considera oportuno voltar ao debate esta sexta-feira.



Artigos Relacionados