Ministro da Saúde e da Segurança Social acredita medidas em curso vão ajudar a controlar a situação epidemiológica

13 de abril de 2021

Arlindo do Rosário, ministro da Saúde e Segurança Social
A+ A-

 

O que importa, diz Arlindo do Rosário, é as pessoas estarem sensibilizadas para adotar as medidas de contingência e um reforço da fiscalização do cumprimento dessas medidas.

 

O ministro apela a todas as forças políticas, para neste momento de campanha eleitoral, evitar aglomerações e  respeitar todas as medidas de segurança.

Para já, o titular das pastas da Saúde e da Segurança social não acredita que só as campanhas tenham contribuído para o aumento de casos de Covid-19 no país, nas ultimas duas semanas.

Arlindo do Rosário é de opinião que as pessoas não estão a contagiar-se exclusivamente nas campanhas eleitorais mas, também, fora delas, pelo que não há necessidade de parar as campanhas. Acima de tudo, o que é importante é a prevenção.

É por isso que deixa um apelo às forças políticas e à população, em geral, para estarem cientes de que a situação é grave e que os serviços de saúde estão a fazer tudo o que podem.

O país encontra-se em estado de contingência  e que as medidas estão previstas dentro desse plano se bem aplicadas poderão ajudar e de que maneira no controle da situação.


RTC Multimédia
Disponibilização online (Estagiária - com supervisão)