Legislativas: Partido Popular pretende concorrer em nove círculos eleitorais

23 de janeiro de 2021

Amândio Vicente, presidente Partido Popular
A+ A-

O PP, Partido Popular, pretende apresentar listas candidatas às eleições legislativas em pelo menos seis círculos eleitorais no país e três na diáspora. Informação avançada pelo líder do partido, Amândio Vicente, durante o Conselho Nacional do Partido Popular que decorre hoje na cidade da Praia.

A preparação das próximas eleições legislativas é o ponto principal do Conselho Nacional do Partido Popular, reunido durante todo dia na capital do país.

Segundo o líder desse partido, durante o Conselho Nacional, que é órgão máximo do PP, vão ser aprovadas algumas moções com vista à preparação das legislativas de 2021. Por entende que depois da reunião, o partido sairá mais forte e pronto para disputar alguns lugares no parlamento cabo-verdiano.

Para as próximas eleições o partido pretende concorrer em pelo menos seis circulos eleitorais. Amândio Vicente avança que em alguns desses ciurculos há independentes que irão concorrer pelas listas do PP.

O Conselho Nacional  vai aprovar os novos órgãos do PP. Apesar de a lista unica, continuar a ser liderada por Amândio Vicent, o responsável garante que há a entrada de novas competências.

Instado sobre as razões que levam o PP a alterar o estatuto, explicou que isto se deve à necessidade de um alinhamento à conjuntura actual e a  mudança dos símbolos, disse que pretendem dar uma imagem mais viva e consentânea com os tempos modernos”.

Ao longo do evento estão previstas várias conferências, nomeadamente a “Reforma da Justiça”, a cargo do advogado Amadeu Oliveira, enquanto o também advogado Abner de Pina vai discorrer sobre “As ideias relacionadas com a revisão da Lei de Responsabilidade dos Titulares de Cargos Políticos”.

O desenvolvimento do tema “Praialeaks” vai estar sob a responsabilidade do jurista Rui Araújo, enquanto o analista político João Alvarenga vai falar da “Democracia e Participação Política no Estado de Direito Democrático”.

 

Carla Lima / RCV

Reportagem RCV com jornalista Carla Lima


Artigos Relacionados