SIACSA, assegura que os trabalhadores da Frescomar não vão ser despedidos

20 de janeiro de 2021

A+ A-

O Sindicato de Indústria, Alimentação, Construção Civil, Agricultura e Florestas, Serviços Marítimo e Portuário, SIACSA, considera que foi lançado um pânico, no que diz respeito à situação dos trabalhadores da Frescomar.

Gilberto Lima, presidente do SIACSA exorta os trabalhadores da Frescomar a manterem-se tranquilos, uma vez que por agora não vai haver despedimentos e que em breve o Governo vai reafirmar  o acordo de derrogação das Normas de Origens com a União Europeia.



Artigos Relacionados