Notícias

“Vai ser estranho jogar no Estádio Nacional sem nossos adeptos” – Marco Soares


11 Nov 2020 Desporto

É já esta quinta-feira o jogo entre Cabo Verde e Ruanda, a contar para a terceira jornada de qualificação para CAN 2022. A convocatória inicial de Bubista já sofreu muitas alterações. Até agora são oito as mudanças

A selecção cabo-verdiana de futebol prossegue com a preparação do jogo desta quinta-feira com o Ruanda, marcado para às 15h00, no Estádio Nacional. Ontem, a equipa técnica liderada por Bubista pôde, finalmente, orientar um treino com a quase totalidade dos jogadores. Estiveram na sessão 23 dos 25 convocados.

Mas a lista que tinha sido anunciada inicialmente já sofreu muitas alterações. Houve até agora oito mudanças. Já aqui tínhamos anunciado, em edições anteriores, as saídas da convocatória de Garry Rodrigues e Patrick Andrade, por lesão. Foram dispensados ainda os atletas Zé Luis, Kenny Rocha, Bruno Leite, Willy Semedo e os guarda-redes Mário Évora e Elber Évora.

Para colmatar estas ausências, Bubista chamou Ivan Somada, Márcio Rosa, Mailson Lima, Felix Mathaus, Hélder Tavares, Kevin Oliveira, Platini e Djanini.

Felix Mathaus é uma das chamadas de última hora. Em declarações aos canais da FCF, o defesa natural da Boa Vista. E que actua no Académico de Viseu, diz estar feliz com este regresso à selecção. Sobre o jogo de amanha, à porta fechada, Mathaus diz ser “estranho”, já que sempre viu pela televisão o estádio nacional com muito calor humano.

Muito mais experiente nas lides da selecção é Marco Soares. O capitão dos Tubarões Azuis falou dos dois treinos já realizados e disse que” o grupo está a preparar-se bem” para o duelo desta quinta-feira.

Sobre a ausência de adeptos nas bancadas, Marco afirma ser “algo estranho” para ele já que nunca viu o estádio nacional sem público. Mas, garante que a equipa vai dar tudo a pensar no povo cabo-verdiano que vai estar a torcer, mesmo à distância.

O jogo desta quinta-feira, 12, é inédito. Nunca as selecções de Cabo Verde e do Ruanda se encontraram. Agora, num espaço de cinco dias, vão se enfrentar por duas vezes. Depois do embate desta quinta-feira, no dia 17, voltam a medir forças, desta vez em Kigali, capital ruandesa. Estas duas partidas contam para a terceira e quarta jornadas de qualificação para CAN 2022, nos Camarões.

Estádio Nacional certificado pela FECAD

O Estádio Nacional foi agraciado, esta terça-feira, com o certificado de Acessibilidade, diploma atribuído pela FECAD, Federação Cabo-verdiana das Associações de Pessoas com Deficiência.

A FECAD justifica o reconhecimento pelo facto do Estádio “ter adaptado, voluntariamente, as suas instalações às necessidades de locomoção das pessoas com deficiências”, o que vai ao encontro de um projecto da FECAD, em andamento desde 2017, e que tem apoio da União Europeia.

O Certificado de Acessibilidade foi concebido em parceria com a Direcção Geral do Turismo e o Ministério da Família e Inclusão Social. O propósito é premiar as instituições que, por iniciativas próprias, adoptaram políticas de acessibilidade e cumpriram com a lei de acessibilidade.




Relacionados

Comentários