Notícias

Aulas presenciais no concelho da Praia só em novembro. Decisão tomada este sábado em Conselho de Ministros


26 Set 2020 Sociedade

O governo tomou a decisão após reunião extraordinária do Conselho de Ministros, realizada este sábado na cidade da Praia. A atual situação da pandemida ditou a decisão.

O número de infeções pela covid-19 não pára de aumentar na Cidade da Praia e a situação obriga o governo a repensar a questão do início das aulas presenciais na capital do país. Assim, reunido este sábado em sessão estraordinária, o Governo decidiu adiar o início das aulas presenciais, no município da Praia, para depois de 31 de Outubro. Durante este período, todas as escolas deverão passar por um processo de vistoria para avaliação das condições sanitárias.

Na reunião deste sábado o executivo aprovou a resolução que define as medidas excepcionais e temporárias para a organização e o funcionamento do ano lectivo 2020/21, a serem aplicadas desde o pré-escolar até ao secundário.

O ministro Carlos Santos, porta-voz do conselho de ministros,  adiantou alguns pormenores da resolução que, conforme disse,  visa garantir a biossegurança das operações e, também, o cumprimento das normas determinadas pelo Governo.

O adiamento das aulas presenciais cinge-se ao município da Praia. Nos demais municípios, as aulas começam já no dia 01 de Outubro. A decisão foi tomada pelo governo após ter auscultado, na sexta-feira, encarregados de educação, gestores, sindicatos e autoridades sanitárias.

“Esta situação pode manter-se até 31 de Outubro. Portanto, esta é a diferenciação que se está a fazer, precisamente, para prevenir a cadeia de contágio do vírus e da doença”, explicou Carlos Santos na conferência de imprensa deste sábado.


Benvindo Neves

Comentários

Pesquisar