Notícias

Covid19: Director Nacional da Saúde preocupado com aglomerações e comportamentos descuidados nas praias de mar da capital


Praia de Quebra-Canela, antes da reabertura (Foto RTC)
24 Set 2020 Saúde

Cabo Verde registou esta quarta-feira mais dois óbitos (dos quais uma jovem de 31 anos de idade) devido à Covid19, aumentando o número de fatalidades para 54, e 75 novos casos positivos da doença, o que levou o Director Nacional da Saúde, Artur Correia, na habitual Conferência de Imprensa diária, a mostrar-se bastante preocupado com a situação.

Aquele responsável referia-se, sobretudo aos aglomeramentos e ao comportamento descuidado das pessoas nas praias de mar da capital, que continua a ser o epicentro da epidemia em Cabo Verde e onde, hoje, voltaram a registar-se 42 (mais de metade) dos 75 casos relatados. O conselho de Ribeira Grande de Santiago, um dos mais próximos da cidade da Praia, foi o segundo mais afectado, com 11 doentes diagnosticados.

“Ainda hoje passei numa das praias e, de facto, vi uma situação muito preocupante, uma aglomeração enorme de pessoas, e sem respeito pelo distanciamento” lamentou o Director Nacional da Saúde, recordando que “quanto mais próximos estivermos uns dos outros, mais probabilidades teremos de ser contaminados ou de contaminar outras pessoas com a Covid19”.

 

Neste momento, há 519 casos activos de Covid19 em Cabo Verde, sendo o concelho da Praia o mais afectado. No que respeita aos bairros, os mais populosos são os que apresentam maior número de casos, a exemplo de Achada de Santo António, com mais de 40 registos, seguida de Palmarejo, com cerca de 300, e ainda Achadinha, Ponta de Água, Tira Chapeu, Várzea, Achada Grande de Trás, Eugénio Lima, São Martinho Pequeno, Calabaceira, Terra Branca e Achada de São Felipe, cada um com cerca de uma centena.

 

Fonte: RCV/Miriam Lopes

Edição Multimédia: Orlando Rodrigues

Comentários

Pesquisar