Notícias

PM defende, na ONU, acesso universal à vacina da Covid19 e o perdão das dívidas externas dos países pobres


23 Set 2020 Política

Cabo Verde vai defender o acesso universal e equitativo à vacina contra a Covid-19, durante a plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, que começou hoje e que, devido à pandemia decorre, maioritariamente, via videoconferência, com a participação do Primeiro MInustro, Ulisses Correia e Silva.

“Vamos colocar a ênfase da nossa participação na necessidade de disponibilização universal da vacina quando estiver operacional, como, aliás, também referiu o Secretário Geral das Nações Unidas, de modo a que todos os países possam ter acesso e que ninguém fique de fora”, defendeu Ulisses Correia e Silva.

 

O Primeiro-Ministro, que participou na sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas por vídeo-conferência, a partir do Palácio do Governo, na Várzea, identificou outro tema “importante” para o debate dos chefes de Estado e de Governo do mundo inteiro, que é o perdão da dívida externa dos países em desenvolvimento.

 

“Falo particularmente os países africanos e dos pequenos Estados insulares, tendo em conta que esta pandemia provocou custos extraordinários a que esses países, sozinhos, não conseguem dar resposta”, conclui o Primeiro Ministro de Cabo Verde.

 

Fonte: RCV/Emerson Pimentel

Edição Multimédia: Orlando Rodrigues

Comentários

Pesquisar