Notícias

Governo prorroga estado de calamidade em Santiago e Sal por mais 21 dias e aprova novas medidas


Paulo Rocha, ministro da Administração Interna
08 Ago 2020 Sociedade

Foi aprovado, em conselho de ministros, um conjunto de medidas suplementares e que estão em vigor desde às 00h00 deste sábado.

O anúncio foi feito, na tarde desta sexta-feira, pelo ministro da Administração Interna, Paulo Rocha.  O governante adiantou que mantêm encerradas algumas instalações e proíbidas as actividades desportivas, recreativas e de lazer, como forma de combater a propagação do Coronavírus.

Os restaurantes e locais de venda de comidas rápidas devem funcionar até às 22 horas. Quanto aos supermercados funcionam até às 19 horas, à excepção das padarias e farmácias.
Igualmente ficam proibidas festas e convívios em residências particulares e a actividade balnear na ilha do Sal fica encerrada.

Agora, o uso de máscaras passa a ser obrigatório para todas as pessoas que circulam em espaços e locais públicos e determina sanções para quem não cumprir. As medidas também são extensivas aos transportes públicos que devem recusar disponibilizar os seus serviços a quem não esteja com máscaras faciais.

Quanto funcionamento de estabelecimentos de consumo de bebidas alcoólicas, como os bares, ficam encerradas temporariamente. Findo este período de encerramento temporário, estes estabelecimento deverão apresentar para o seu normal funcionamento uma declaração de conformidade sanitária emitida pelas autoridades de fiscalização.

Confira, a seguir, todas as medidas de combate a covid-19, adoptadas pelo governo para as ilhas do Sal e Santiago:

1. Os estabelecimentos de consumo de bebidas alcoólicas, nomeadamente, bares e esplanadas são encerrados, temporariamente.

2. Findo o período de encerramento temporário, os estabelecimentos a que se refere o número anterior apenas podem ser reabertos quando apresentem declaração de conformidade sanitária, emitida pelas autoridades de fiscalização.

3. Os restaurantes, locais de venda ou consumo de refeições rápidas, roulottes e similares devem suspender o atendimento ao público às 21h30, com encerramento de todas as atividades às 22h00.

4. Os estabelecimentos comerciais, com exceção de farmácias e padarias, deverão suspender o atendimento ao público às 18h30, com o encerramento de todas as atividades às 19h00.

5. No que se refere às padarias, o atendimento ao público é suspenso às 20h30, com fecho dos serviços de loja às 21h00. Nestes estabelecimentos, o consumo no local é permitido até às 18h30.

6. São proibidas as festas e convívios, ainda que em residências particulares.

7. A atividade balnear na ilha do Sal é encerrada, nos termos a definir pelo Instituto Marítimo Portuário.
Para as restantes ilhas, mantêm-se encerradas as instalações e proibidas as atividades recreativas, desportivas, de lazer e diversão.



Relacionados

Comentários

Pesquisar