Notícias

Mulher retida na Boa Vista está em dificuldades e com problemas psicológicos


03 Jun 2020 Sociedade

Na ilha da Boa Vista, um jovem com a intenção de ajudar uma cidadã surpreendida pela quarentena na ilha, chama a atenção das autoridades. Proteção Civil diz ter conhecimento do caso.

Diz que a senhora, na casa dos 40 anos ficou retida na Boa Vista e neste momento está a passar por dificuldades, principalmente do foro psicológico. E que está a aguardar uma declaração da Delegacia de Saúde da ilha, assegurando que a mulher está estável e que pode viajar.

Adelson Mendes, conhecido por Kapode, deu a cara para falar e ajudar uma senhora foi à Boa Vista fazer negócios, e que foi surpreendida pela quarentena imposta pelo coronavírus.

Diz que a cidadã, na casa dos 40 anos, com dificuldades psicológicas, está internada no Centro de Saúde da Boa Vista.

“A senhora está neste momento a passar por muitas dificuldades. Está sem rendimentos, não tem meios para pagar renda de casa e passa por muitas dificuldades para se alimentar. Ela estava dentro de casa sozinha, esteve muito tempo fechada e agora tem problemas psicológicos. Nos últimos dias estava a andar nua pelas ruas. Depois, veio aparecer uma vizinha que a acolheu e neste momento está no hospital. Está internada há mais de uma semana.”

Kapode diz que já entrou em contacto com o marido da mulher que se encontra na capital do país, porque a mulher está a depender de vizinhos, que a qualquer momento podem deixar a ilha.

“Consegui entrar em contacto com o marido há dias. Ele falou comigo e pediu-me se tenho como ajudá-la no mínimo a viajar para a Praia. Se der o caso de as duas pessoas que têm estado a prestá-la assistência viajarem para a sua ilha – São Vicente – ela ficará sem ninguém para lhe ajudar e a situação pode complicar ainda mais.”

Adelson Mendes pede ajuda a quem de direito para que essa mulher retida na Boa Vista possa viajar para a capital do país.

A RCV contactou o Serviço Nacional de Proteção Civil, que organiza o regresso à casa em articulação com os ministérios. Valdir Rodrigues avançou já ter conhecimento da situação da mulher.

“A senhora tem de ter uma autorização da Delegacia de Saúde da Boa Vista garantindo que ela está estável e em condições de viajar. Ela esteve internada, teve alta e acho que voltou a ter uma crise.”

Tentamos ouvir também o marido da senhora, mas até o fecho da reportagem não foi possível.  

Arieta Barros, RTC/Boa Vista
Editado por Benvindo Neves



Relacionados

Comentários

Pesquisar