Notícias

Óscar Santos não se desarma e diz que Câmara da Praia vai continuar e demolir construções clandestinas


Óscar Santos foi recebido esta terça-feira em audiência pelo PR
03 Jun 2020 Sociedade

Num espaço de 20 dias, a autarquia diz ter rgistado um aumento de 80 barracas na Praia. Já foram demolidas 37 e Óscar Santos diz que não vai tolerar a situação.

Óscar Santos esteve reunido, esta terça-feira, com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, para falar sobre as demolições e o funcionamento da Câmara Municipal, sobretudo dos mercados, como o do Sucupira, no pós Estado de Emergência. Neste ponto, avançou o edil, haverá não só aumento dos espaços e a limitação do número de compradores, como o alargamento dos horários de funcionamento das delegações municipais.

Quanto às barracas demolidas na zona de Alto da Glória, Óscar Santos afirmou que esta é uma situação que exigiu “uma rápida atuação da Câmara Municipal” que registou, nos últimos dias, um aumento de 80 barracas.

A Câmara Municipal da Praia já demoliu 37 barracas. Essas demolições, considera o edil, são “ações preventivas” e visam evitar outros problemas, como o da saúde pública.

Explica Óscar Santos que a construção das barracas “não se deve à falta de fiscalização”, mas sim à “”insistência e o interesse de muitos em fazer negócios.

As famílias desprovidas de habitação, assegurou o presidente da Câmara Municipal da Praia, serão cadastradas e abrangidas com medidas sociais.

Óscar Santos deixou claro que é “inadmissível” mais barracas e os munícipes, rematou, terão de decidir se querem a “bagunça e desordem ou crescimento ordeiro e planificado.”


Hermen Alfredo, RCV/Praia
Editado por Benvnido Neves

Comentários

Pesquisar