Notícias

"En Palco 100 Artistas" agrada Sociedade Cabo-verdiana de Música, ma non troppo


Solange Cesarovna, presidente Sociedade Cabo-verdina de Música
08 Abr 2020 Sociedade

A iniciativa abarca artistas dos sectores das Artes Plásticas, Dança, Música, Teatro, Stand Up Comedy e Slam Poesia/ Literatura com atuações entre 10 a 15 minutos.

A Sociedade Cabo-verdiana de Música regozija-se com o Edital “En Palco 100 artistas”, programa do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, em que são escolhidos artistas para atuações e performances nas plataformas online.

A presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música, reconhece que os dez mil escudos a serem atribuídos aos artistas pelas atuações, não são suficientes. Ainda assim, Solange Cesarovna diz que o mais importante “é ter iniciativas”.

Cesarovna garante que a Sociedade Cabo-verdiana de Música está a divulgar o edital no seio dos seus associados e mostra-se disponível em ajudar os artistas a fazer as inscrições.

O Edital “En Palco 100 Artistas”, do Ministério da Cultura e Industrias Criativas, visa seleccionar propostas de performances e atuações de artistas cabo-verdianos residentes no país, e serão apresentados oline. O concurso começou foi aberto no último domingo e dura uma semana, termina no dia 12.

A Sociedade Cabo-verdiana de Música está a equacionar outras iniciativas e vai acelerar o processo de criação do fundo cultural e social para acudir os artistas.

Solange Cesarovna reconhece a necessidade dos artistas e autores se formalizarem e defende que o Instituto Nacional de Previdência Social deve apresentar condições específicas direccionadas à classe criativa e artística.



Relacionados

Comentários

Pesquisar






ESTATUTO EDITORIAL RCV