Notícias

ICIEG denuncia que há mais casos de VBG com mulheres grávidas em São Vicente


Rosana Almeida, Presidente da ICIEG
17 Fev 2020 Sociedade

São Vicente é a ilha onde as mulheres grávidas sofrem mais violência baseada no género. A denúncia é da presidente do Instituto Cabo-verdiana para Igualdade e Equidade de Género (ICIEG). Rosana Almeida afirma que é preciso atacar o problema.

Rosana Almeida, chama atenção da sociedade civil no combate a violência baseada no género (VBG) por considerar que este tem um papel preponderante para a diminuição dos casos.

O ICIEG tem acompanhado os casos de VBG em São Vicente em articulação com os seus parceiros. A presidente diz que é preciso apostar numa nova cultura de masculinidade e tolerância em Cabo Verde.

O ICIEG tem apostado em campanhas de sensibilização para dar combate a VBG. Em São Vicente, a instituição usa os transportes públicos de passageiros para passar a mensagem de não-violência.

Jornalista estagiária, Rizineida Santos | Supervisão, José Leite - RTC/São Vicente
Disponibilizado online por RTC Multimédia (Estagiário Flávio Tavares, Supervisão de Décio Barros)


Reportagem radiofónico do jornalista Carlos Santos



Relacionados

Comentários

Pesquisar






ESTATUTO EDITORIAL RCV