Notícias

Embaixadora de Cabo Verde na China diz que não há motivo para pânico


Tânia Romualdo - Embaizadora de Cabo Verde na China
25 Jan 2020 Sociedade


Tânia Romualdo apela à tranquilidade dos familiares dos estudantes quando questionada sobre a situação da comunidade cabo-verdiana perante a epidemia do Coronavírus que já vitimou mais de 20 pessoas na China.


A Embaixadora de Cabo Verde na China garante que nenhum dos nossos estudantes está afetado pela doença. São estas as primeiras palavras da Embaixadora de Cabo Verde na China. A garantia de que todos os estudantes estão bem.

A mensagem, diz Tânia Romualdo, é sobretudo para a tranquilidade dos familiares em Cabo Verde ou em outras partes do mundo.

A situação, segundo Tânia Romualdo, é preocupante sobretudo nestes dias em que praticamente dois terço da população chinesa se mobiliza entre as províncias e cidades para comemorar hoje o novo ano chinês.

Contudo, afirma, a Embaixada através da sua plataforma de comunicação está em contacto com a comunidade estudantil cabo-verdiana informando e advertindo-a para as devidas precauções.

Para além do contacto com os estudantes, a Embaixada tem informado as autoridades cabo-verdianas sobre a situação que ora se vive na China por causa do Coronavírus.

Na China estão pouco mais de 300 estudantes cabo-verdianos em universidades de Pequim, Xangai, Macau, Wuhan e outras.

Desde o mês de dezembro a China está sob alerta devido ao Coronavírus que já matou mais de 20 pessoas, infetou mais de 800, deixou milhares de casos suspeitos, para além de serviços suspensos, cidades e províncias em quarentena, restrições de movimentação e de ter-se alastrado para outros países como Taiwan, Tailândia, Japão, Correia do Sul, EUA, Singapura e Vietname.


Hermen Tavares Alfredo RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Comentários

Pesquisar






ESTATUTO EDITORIAL RCV