Notícias

Ministro da Defesa reuniu-se com o vice Secretário-adjunto da marinha dos Estados Unidos para avaliar a cooperação militar


Luís Filipe Tavares - Ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades e Ministro da Defesa
22 Jan 2020 Política


Cabo Verde quer estabelecer com os Estados Unidos um acordo de defesa mais abrangente que envolva a ciber-segurança, na luta contra a fraude físcal e na luta contra o branqueamento de capitais.


Luís Filipe Tavares lembrou que os dois países têm já uma longa tradição em termos de cooperação no domínio da formação dos militares, treinamento e patrulhas conjuntas, no combate ao tráfico ilícito, á pirataria e outras ameaças marítimas.

Mas, o ministro da Defesa garante que Cabo Verde quer ir mais longe e estabelecer um acordo mais vasto no domínio da defesa que abranja áreas como ciber-segurança, na luta contra a fraude físcal e na luta contra o branqueamento de capitais.

No domínio da segurança marítima, os Estados Unidos vão colocar á disposição de Cabo Verde um donativo de 400 mil dólares para aquisição, ainda este ano, de radares de vigilância costeira, para os portos da Praia e da Palmeira. Luís Filipe Tavares garante que há ainda outros equipamentos a caminho para apoiar a vigilância costeira.

Por sua vez, o contra-almirante Francis Morley enalteceu a cooperação no domínio da segurança marítima entre os dois países.

Durante a sua estada em Cabo Verde, o contra-almirante Francis Morley encontrou-se ainda com o Chefe de Estado Maior das Forças Armadas e com o Diretor Nacional da Defesa.


Carla Lima RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Comentários

Pesquisar