Notícias

Ordem dos Médicos de Cabo Verde garante que a classe está preparada para fazer operações de transplante de rins


Danielson Veiga - Bastonário da Ordem dos Médicos
17 Jan 2020 Sociedade


O bastonário da ordem dos médicos afirmou que os profissionais de Cabo Verde já possuem competência técnica para realizar transplantes renais, apesar de se necessitar de alguns ajustes no sistema nacional de saúde.


Danielson Veiga afirmou que o país tem que avançar porque as pessoas não podem passar a vida inteira a fazer diálise com os custos financeiros e emocionais que isso acarreta. Quanto aos meios técnicos e a formação adequada, o bastonário diz há as condições.
 
Neste momento, o cirurgião diz-se mais preocupado com o periodo pós-operatório em que pode haver rejeição do órgão. Danielson Veiga diz que evitar a rejeição exige medicamentos caros que precisam ser importados.

O bastonário afirma que a ordem vai também trabalhar a questão da ética e a deontologia, principalmente para estar em condições de apoiar o paciente e incentivar a doação de orgãos.

Danielson Veiga falava à imprensa a margem da cerimónia de homenagem a uma dezena e meia de médicos que se aposentaram entre 2018 e 2019. Um ato de reconhecimento para com aqueles que deram um valioso contributo para a saúde em Cabo Verde.


Carla Lima RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Danielson Veiga



Relacionados

Comentários

Pesquisar






ESTATUTO EDITORIAL RCV