Notícias

Ouvir, compor, tocar e dançar a Morna, é a maior bênção que todo o cabo-verdiano deve dar à Morna enquanto expressão de um povo


Irlando Ferreira - Director do Centro Nacional de Artesanato e Design
13 Dez 2019 Cultura


A opinião é de Irlando Ferreira, director do Centro Nacional de Artesanato e Design, a propósito da oficialização da Morna como Património Imaterial da Humanidade.


E quanto à questão de salvaguarda, tendo em conta o que a UNESCO definiu como aspecto importante é a existência de um plano, Irlando Ferreira defende que agora é momento de colocar o processo em marcha e afirma que já é tempo de se pensar em escolas de música.

Com isso, considera Irlando Ferreira, entrar-se-ia numa outra fase que não dependeria somente do que surge espontaneamente mas também de algo mais delineado e perspectivado a pensar no futuro.


Patrícia Martins RTC/São Vicente

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Pesquisar






ESTATUTO EDITORIAL RCV