Notícias

ICIEG diz-se pronto a apoiar a jovem cabo-verdiana acusada de abandonar o filho recém-nascido no lixo em Portugal


Bébé Abandonado
12 Nov 2019 Sociedade


A Presidente do organismo, Rosana Almeida, garantiu estar a acompanhar atentamente o caso para um possível apoio através dos suas congéneres ou da Embaixada de Cabo Verde em Portugal.


O caso do recém-nascido abandonado num caixote de lixo na avenida Ifante Dom Henrique em Portugal fez manchete em vários jornais e chamou a atenção da Embaixada de Cabo Verde em Portugal e do ICIEG depois de se ter identificado uma jovem cabo-verdiana de 22 anos como sendo a mãe do bébé. Uma situação, garante Rosana Almeida, que vem sendo acompanhada pelo ICIEG através da nossa Embaixada.

À jovem cabo-verdiana acusada de abandonar o filho bébé no lixo em Portugal, o ICIEG assegura dar todo o apoio possível. Caso seja necessário, diz Rosana Almeida, será feita a articulação com os serviços consulares de Cabo Verde.

A embaixada de Cabo Verde em Portugal já disse que vai prestar apoio à mãe que abandonou o bébé no lixo. Na conta oficial do facebook, a Embaixada de Cabo Verde em Portugal diz estar a fazer diligências no sentido de recolher mais e melhores informações sobre o caso e prestar todo o apoio que se mostrar necessário.

Na nota, a embaixada explica que situações desta natureza estão associadas a casos de profundo desespero, de grande perturbação ou de desequilíbrios emocionais muito fortes.
 
De referir que o caso já está nas mãos da justiça portuguesa. Sobre o recém-nascido abandonado, as últimas informações dão conta que o bebé foi devidamente tratado, está bem e é saudável.


Hermen Tavares Alfredo - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Pesquisar