Notícias

Atual ecossistema desenhado pelos Ministério das Finanças e da Economia para empresas das indústrias criativas baseadas na criação digital não serve para o segmento


Abraão Vicente - Ministro da Cultura e Industrias Criativas
20 Set 2019 Cultura


A conclusão é do Ministro da Cultura e Indústrias Criativas que defende novas respostas e novas soluções para a internacionalização de empresas do setor.


Abraão Vicente passou a tarde de quinta-feira a visitar um conjunto de empresas das indústrias criativas com o foco no mercado digital, nomeadamente a Bonako, a Passafree e a JS Media. Em todas, o Ministro da Cultura encontrou um ponto em comum, a dificuldade de acesso ao financiamento.

José Brito, da Bonako, empresa que produz aplicativos, e Jailson Silva, da JS Media, entidade que criou a plataforma empregos.cv, sublinham a problemática do acesso ao financiamento, mas também a concorrência com plataformas do próprio Governo.

Com estas perspectivas, lança-se ao Governo, no ver do Ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, um novo desafio.

Abraão Vicente diz ter saído dos encontros com a percepção que o setor das indústrias criativas com o foco no mercado digital tem potencialidades para ser uma mais-valia para a economia cabo-verdiana.


Jefferson Gomes - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Abraão Vicente

Comentários

Publicidade