Notícias

Olavo Correia garantiu que hoje há dinheiro que nunca mais acaba para financiar o sector empresarial privado


Olavo Correia - Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças
18 Jul 2019 Economia


O Vice-Primeiro-ministro e ministro das Finanças adverte, no entanto, que o acesso aos recursos do Estado está sujeito a algumas regras, a começar pelo espírito empreendedor e ideias de negócio que criem valores.


Para avançar, Cabo Verde precisa de jovens empreendedores, capazes de identificar e aproveitar as oportunidades de negócio existentes no mercado, contribuindo desta forma para a criação de empregos e rendimentos.

Este é um dos sublinhados da mensagem que o vice-Primeiro-ministro e ministro das Finanças foi levar aos jovens empresários numa Master Class, uma conferência organizada pela AJEC.

Olavo Correia deixa, no entanto, um recado: que nenhum empresário espere facilidades por parte do Estado. O financiamento do sector privado está assegurado, mas, diz o ministro das Finanças, as regras têm que ser respeitadas.

Dinheiro, diz Olavo Correia, é o que não falta hoje em Cabo Verde. Para o financiamento do sector privado, explica o ministro das finanças, tem que haver projectos bancáveis.

Na conferência organizada pela Associação dos Jovens Empresários, intitulada Master Class, estiveram em debate questões como métodos de acondicionamento das necessidades de financiamento, e como os projectos de investimento devem ser apresentados aos financiadores, aumentando assim as probabilidades de sucesso.


Carlos Santos - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Olavo Correia

Comentários

Publicidade