Notícias

Julião Varela afirma que o contrato de compra e venda das ações da Geocapital contraria toda a orientação política do Executivo


Geocapital
12 Jul 2019 Economia


O Secretário-Geral do PAICV, Julião Varela, afirma que o contrato de compra e venda das ações da Geocapital na Caixa Económica, pelo Governo, contraria toda a orientação política do Executivo e que realizar a operação via Bolsa de Valores é colocar a carroça à frente dos bois.


O Presidente da UCID, António Monteiro, por sua vez, diz-se preocupado com a fuga de acionistas do sector bancário nacional.

Já o MpD, na voz do deputado Carlos Monteiro, defende que a iniciativa do Governo é natural e transitória para garantir a estabilidade da estrutura acionista da Caixa Económica.

São as reações à assinatura do contrato de compra e venda das ações da Geocapital na Caixa Económica pelo Governo, por meio da Bolsa de Valores. Com a opção, no ver de Julião Varela, Secretário-Geral do PAICV, o Governo age em contramão do que, normalmente, defende.

O PAICV questiona ainda se a compra das ações não irá inflacionar ainda mais a dívida pública. Por seu turno, à vontade da Geocapital alienar a sua participação na Caixa Económica, António Monteiro, da UCID, junta, com preocupação, a anunciada intenção da Caixa Geral de Depósitos, de Portugal, deixar o BCA.

De todo o modo, entende António Monteiro que, não havendo outros interessados e outra soluçao, o Governo terá, sim, de comprar a açoes para garantir a estabilidade na Caixa.

De recordar que em causa estão 27.44% do capital da Caixa Económica de Cabo Verde, ações detidas pela empresa macaense Geocapital.


Jefferson Gomes - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Publicidade