Notícias

O Corpo do Bispo Emérito Dom Paulino Évora vai ser sepultado no interior da Igreja pró-catedral Nossa Senhora da Graça


Bispo Emérito Dom Paulino Évora
18 Jun 2019 Sociedade


A decisão foi alvo, de um despacho do Cardeal Dom Arlindo Furtado, que a enquadra no Cânone 1242 do Código do Direito Canónico.


De acordo com o Cardeal, providências estão a ser tomadas junto do Ministério da Saúde, do Ministério da Justiça e da Câmara Municipal da Praia para que tudo esteja a postos para a sepultura, amanhã, quarta-feira.

Nesta primeira declaração à RCV após a morte do Bispo Emérito, o Bispo da Diocese de Santiago destaca Dom Paulino Évora como uma pessoa comprometida com Jesus Cristo.
 
Por agora, e até hoje, terça-feira o corpo do Bispo Emérito Dom Paulino estará em velório no Convento das Irmãs Franciscanas, em Achada de Santo António, onde foi rezada, na tarde de ontem, uma missa de corpo presente.

Hoje às 15 horas sua Eminência será homenageado numa Celebração no Salão Paroquial em Achada Santo António, seguida de um cortejo fúnebre para a Pró Catedral de Nossa Senhora da Graça, no Plateau.

Já na Pró-catedral Nossa Senhora da Graça, onde o corpo de Dom Paulino ficará em câmara ardente, vão ser celebradas a Oração de Vésperas e a Missa Sufrágio, hoje, Terça-feira, às 18 horas e 15 minutos.

A missa exequial terá lugar 10h de quarta-feira, dia 19, ao que se segue a sepultura no interior da Pró-catedral, conforme o despacho do Cardeal Dom Arlindo Furtado.

Cabo Verde está a cumprir dois dias de luto oficial, decretado pelo Governo, que considera a morte do Bispo Emérito uma sentida e irreparável perda para a nação cabo-verdiana.

Natural da cidade da Praia, onde nasceu a 22 de Junho de 1931, Dom Paulino Livramento Évora foi ordenado sacerdote em 1962, em Portugal, e se tornou Bispo, em Angola, em Junho de 1975, tendo a sua entrada solene em Cabo Verde ocorrido a 22 de Junho de 1975, dia em que completara 44 anos.

Exerceu o ministério episcopal por 34 anos, até que no dia 22 de Julho de 2019 o Papa Bento XVI aceitou a sua renúncia do governo pastoral da Diocese, quando passou a Bispo Emérito da Diocese de Santiago de Cabo Verde.


Joana Olinda Miranda - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida


Dom Arlindo Furtado

Comentários

Publicidade