Notícias

Cartório Notarial em São Vicente está a funcionar neste momento somente com uma única notária em regime de acumulação


Alcides Graça - Presidente da Comissão Política Regional do PAICV (São Vicente)
24 Mai 2019 Política


Este facto, segundo o Presidente da comissão concelhia do PAICV, está a prejudicar a ilha e o seu ambiente de negócios.


Alcides Graça, em conferência de imprensa, falou em estratégia propositada para prejudicar São Vicente. A ilha de São Vicente necessita urgentemente de um novo cartório notarial, preferencialmente localizada na zona sul da cidade e um notário em regime de exclusividade.

O notário que exercia funções no cartório foi deslocalizado para a conservatória e foi substituído por uma notaria em regime de acumulação. Segundo Alcides Graças todos os negócios da ilha passam obrigatóriamente pelo cartório notarial e se não houver rapidez e fluídez na escritura possivelmente há um bloqueio nos negócios em São Vicente com prejuízos claros para ilha.
 
Em setembro de 2018, o PAICV na ilha, tinha alertado para uma situação descrita como caótica e solicitaram à ministra da Justiça um novo cartório para São Vicente. Em resposta diz Alcides Graça, a ministra Janine Lélis avançou que não havia necessidade e que iriam reforçar com um novo notário.

colocou-se um estagiário que viria a deixar o serviço pouco tempo depois. Hoje, o cartório está a funcionar com uma notária em regime de acumulação, e com o aproximar da época alta a situação pode ficar insustentável.


Astrides Lima - RTC/São Vicente

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Publicidade