Notícias

O regime geral de protecção de dados foi aprovado em 2001 altura em que as redes ainda não proliferavam


Fautino Varela Monteiro - Presidente da Comissão Nacional de Proteção de Dados
23 Abr 2019 Sociedade


Hoje, o cenário é diferente, com a internet a ter, em muitos casos, um mau uso, pondo em causa da segurança das pessoas.


Daí as interrogações feitas hoje pelo Presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, na conferencia sobre dados pessoais, redes sociais online e democracia, organizada pela Comissão Nacional de Protecção de Dados.

O presidente da Comissão Nacional de Protecção de Dados também defende que a lei de protecção de dados deve ser adaptada à nova realidade.

Com o desenvolvimento desenfreado das novas tecnologias, diz Faustino Varela, há um risco enorme quando as informações pessoais são usadas com recurso a redes sociais.

Uso de redes sociais online e os meios de comunicação tradicionais são alguns dos temas em análise nesta conferencia da Comissão Nacional de Protecção de Dados. Iniciativa que marca o quarto aniversário do organismo.


Carlos Moniz - RTC/Praia

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Publicidade