Notícias

Ministro da Economia Marítima defende uma maior abertura à participação das mulheres no sector marítimo e portuário


José Gonçalves - Ministro do Turismo, Transportes e Economia Marítima
18 Abr 2019 Sociedade


O Ministro da Economia Marítima,defendeu, no encerramento do encontro da Rede das Mulheres Profissionais Marítimas e Portuárias da África Ocidental e Central uma maior abertura àparticipação das mulheres no sector marítimo e portuário.


Para isso, diz José Goncalves, o Governo está a criar o Campus do Mar, em São Vicente, para empreender uma dinâmica diferente ao ensino ligado a este sector.

Em matéria de representação de mulheres na área marítima, Cabo verde, diz o Ministro esta a um passo a frente em relação aos países da sub região africana, mas é necessário mais formação e preparação na área de gestão portuária, uma deficiência que vai ser contornada com a criação do campus do Mar em São Vicente que terá como valências o ensino em diferentes áreas ligadas ao mar.

Este encontro realizado em São Vicente, vem demonstrar que Governo dá enorme importância ao Mar, com atenções viradas para São Vicente, palco central de toda a economia marítima e economia azul.

Eugenia Soares, Administradora da Enapor, empresa que organizou o evento, apontou como recomendações a necessidade de empoderar as mulheres nos vários domínios por forma a que elas possam exercer as suas atividades profissionais em pé de igualdade com os homens.

Durante dois dias de trabalho as mulheres profissionais marítimas estiveram a debater e a consensualizar recomendações que possam ajudar os portos da África ocidental e central e os países sem litoral a implementar politicas e projetos que promovam o desenvolvimento harmonioso do continente e as questões do género no sector marítimo e portuário com vista a alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável da agenda 2030 das nações unidas.


Astrides Lima - RTC/São Vicente

Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Publicidade