Notícias

Municípios apresentam planos Estratégicos de Desenvolvimento Sustentável


11 Out 2018 Economia

Documento que, segundo as Nações Unidas, espelha a capacidade de planificação do poder local.

O conselheiro técnico do Programa Plataformas de Desenvolvimento Local para os objectivos 2030 alerta que, depois da fase de elaboração é preciso o engajamento de todos os actores para a sua implementação.

O projecto-piloto abarca 8 municípios: os 3 da Ilha do Fogo, 2 municípios da ilha de Santiago nomeadamente São Salvador do Mundo e Ribeira Grande de Santiago e os 3 da Ilha de Santo Antão.

Os Planos Estratégicos Municipais de Desenvolvimento Sustentável foram elaborados pelos próprios municípios, de modo participativo e são instrumentos exequíveis, sublinha o conselheiro técnico do Programa Plataformas de Desenvolvimento Local para os objectivos 2030, Cristiano Pedraz.

Esses planos estratégicos Municipais, agora elaborados, foram financiados pelo Grão-Ducado do Luxemburgo, no montante de 2 milhões de euros e contaram com a assistência técnica das Nações Unidas.

Esta quinta-feira vai ser partilhado o documento com o Comité Nacional de Coordenação, para, depois, ser aprovado pelas assembleias municipais.

Mais do que elaborar o plano estratégico municipal de desenvolvimento sustentável é preciso buscar recursos para a sua concretização, adverte Cristiano Pedraz.

Os municípios de Santa Cruz e Praia, na ilha de Santiago e o município da Brava são os próximos municípios a integrar o programa das Plataformas de desenvolvimento local e objetivos 2030 em Cabo Verde, para elaboração dos respetivos planos estratégicos de desenvolvimento sustentável.


José António Cardoso - RTC/Praia
Disponibilizado online pela Multimédia - RTC


Mais desenvolvimentos nos principais serviços informativos da:
- RCV e RCV Online | às 07h, 13h e às 19h.
- TCV e TCV Online | às 13h (Jornal da Tarde), 17h e às 20h.



Peça na íntegra pelo jornalista José António Cardoso

Comentários

Publicidade