Notícias

Ministro dos transportes reage a taxa de segurança aeroportuária


22 Ago 2018 Sociedade

A Taxa de Segurança Aeroportuária foi criada para reforçar a segurança nas fronteiras cabo-verdianas com soluções tecnológicas eficientes e não para recuperar o dinheiro que era cobrado com obtenção de visto de entrada aos cidadãos da União Europeia e do Reino Unido, que a partir do próximo ano deixam de necessitar de vistos.

Esta é a reação do Ministro do Turismo e Transportes, José Gonçalves, sobre a implementação da Taxa de Segurança aeroportuária a partir de Janeiro de 2019.  

O regime jurídico que estabelece a cobrança da taxa de segurança aeroportuária já está publicado no Boletim Oficial e deverá entrar em vigor no início do próximo ano.

Com isto, a partir de 2019, os cidadãos estrangeiros passam a pagar três mil e quatrocentos escudos (3.400$00) referentes a taxa de segurança aeroportuária nos voos internacionais e 150$00 nos voos nacionais.

Os cabo-verdianos estão isentos de pagar a taxa de segurança aeroportuária nos voos internacionais mas pagam a taxa nos voos inter-ilhas.

José António Cardoso-RCV
Disponibilizado oline por Cláudia Livramento


Ministro do Turismo e Transportes, José Gonçalves



Relacionados

Comentários

Publicidade