Notícias

Parlamento: Período antes da Ordem do Dia esquenta com acusações mutuas dos deputados


25 Jul 2018 Política


O acordo que define o estatuto dos soldados norte-americanos no território nacional e o pedido para a divulgação dos resultados do inquérito à morte da jovem grávida evacuada da Boavista para o Sal dominaram o período de antes da ordem do dia que foi acompanhado pelo jornalista Nélio dos Santos.

Antes de avançarmos para estes assuntos, o deputado Emanuel Barbosa do MpD acusou o seu colega Moisés Borges do PAICV, de tentar agredir outros parlamentares, sempre que falam do famigerado caso Fundo do Ambiente.

Em reposta, Moisés Borges acusou o MpD de estar a pressionar a justiça sobre este caso. O seu colega de bancada Felisberto Vieira pediu ao Governo que divulgue os resultados do inquérito da jovem grávida evacuada num barco da Boavista para o Sal e que acabou por morrer na ilha do aeroporto.

O ministro do Estado e dos Assuntos Parlamentares, Fernando Elísio Freire, espondeu que os resultados do inquérito estão sob a alçada da justiça. Enquanto isso, o deputado do PAICV, João Baptista Pereira, quis saber por que razão o presidente da Assembleia Nacional mandou publicar no Boletim Oficial o acordo que define o estatuto dos soldados norte-americanos no território nacional sem aviso de ratificação pelo Chefe de Estado.

A deputada do MpD Celita Pereira acredita que o acordo SOFA é um grande ganho para Cabo Verde. O ministro do Estado e dos Assuntos Parlamentares, Fernando Elísio Freire, rematou reafirmando que o acordo SOFA é constitucional.

Nélio dos Santos-RCV
Disponibilizado oline por Cláudia Livramento


Deputado MpD, Emanuel Barbosa



Relacionados

Comentários

Publicidade