Notícias

Economia nacional conheceu, no ano passado, um aumento de volume de 3,9 por cento


Edifício Banco de Cabo Verde
24 Jul 2018 Economia


Este valor, o mais elevado desde de 2011, foi graças ao enquadramento externo, com o principal parceiro económico do país, a área do euro, a registar um crescimento económico mais acelerado desde 2007.


De acordo com o relatório de estabilidade financeira, referente a 2017, divulgado pelo Banco de Cabo Verde, esta melhoria de contexto favorece a situação financeira do setor não-financeiro, com reflexos positivos na diminuição de risco de crédito de empresas e particulares.

No setor bancário nacional, o relatório aponta melhorias nos domínios do stock de crédito, no aumento de depósitos, e no aumento do nível de solvência.

O setor segurador é referido pelo Banco Central como tendo registado um aumento do volume de produção.

No mercado de valores mobiliários, a capitalização bolsista aumentou 0,9 por cento em relação ao ano anterior.

Quanto aos sistemas de pagamento, o relatório do regulador considera que eles funcionaram de forma contínua.

Referindo-se ás vulnerabilidades, que podem representar ricos para a estabilidade financeira, o Banco de Cabo Verde aponta o elevado nível de incumprimento de créditos e o alto nível de endividamento das sociedades não-financeiras, das empresas públicas e dos particulares.


Carlos Moniz RCV
Disponibilizado online por Mário Almeida



Relacionados

Comentários

Publicidade