Notícias

Estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde registaram no ano passado 716.775 entradas mais de 72.300 hóspedes em relação a 2016


Turismo
13 Jul 2018 Economia


Os dados constam das Estatísticas do Turismo 2017, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas.


De acordo com o documento, o Reino Unido continua a liderar o país de procedência, com o envio de cerca de 31% dos turistas, ligeiramente acima do ano anterior. Logo a seguir vêm a Alemanha, a Bélgica e a França. Itália e Portugal completam a listas dos seis países que mais contribuíram para as entradas nos estabelecimentos hoteleiros no país durante, no ano passado.

As permanências nos estabelecimentos duraram, em média cerca de seis noites, o que representa uma ligeira queda em relação a 2016, garantido, entretanto, 58 porcento das ocupações por cama.

Os dados apontam ainda, que embora com ligeira queda, os hotéis continuam a ser os estabelecimentos mais procurados, ultrapassando os 90%, enquanto a ilha do Sal lidera a hospedagem, seguida da Boavista.

Durante o ano passado, de acordo com o INE, Cabo Verde viu aumentar a capacidade de alojamento, que se aproximou dos 27 mil turistas.

De salientar que os turistas que se hospedaram em Cabo Verde durante o ano passado foram, maioritariamente homens e tinham uma média de 45 anos. Gastaram, no total, pouco mais de 32 milhões de contos, mas apenas cerca de 17 porcento do valor foi no destino, ou seja, em Cabo Verde.

Ainda de acordo com o INE, mais de 90 porcento dos turistas consideraram que a estadia foi boa, ou mesmo excelente.


Olinda Miranda RCV
Disponibilizado online por Mário Almeida

Comentários

Publicidade