Notícias

Cabo Verde acaba de ser eleito como membro da Direcção e do Comité


10 Jul 2018 Cultura

A música cabo-verdiana acaba de prestar um serviço à Lusofonia ao ver o PORTUGUES adoptado como Língua de Trabalho em sede do Centro  Africano de Estudos Estratégicos para Direitos de Autor e Direitos Conexos para o qual Cabo Verde acaba de ser eleito como membro da Direcção e do Comité.

Solange Cesarovna, presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Autores considera que se trata de um grande ganho da Língua Portuguesa quando em muitas Instituições Internacionais o Português ainda não é tratado como Língua de Trabalho.

Com dezanove membros fundadores, o do Centro  Africano de Estudos Estratégicos  para Direitos de Autor e Direitos Conexos contou com o apoio de Cabo Verde relativamente aos Direitos dos Autores na DECLARÇÃO DE RABAT, MARROCOS, no passado dia cinco de Julho.

A MÚSICA cabo-verdiana acaba de prestar um serviço à Lusofonia ao ver o PORTUGUES adoptado como Língua de Trabalho em sede do Centro  Africano de Estudos Estratégicos para Direitos de Autor e Direitos Conexos para o qual Cabo Verde acaba de ser eleito como membro da Direcção e do Comité.

Este Centro  Africano de Estudos Estratégicos para Direitos de Autor e Direitos Conexos está aberto a inscrições de países que não pertencem à zona oeste africana.

RCV
Disponibilizado online por Cláudia Livramento


Solange Cesarovna, presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Autores



Relacionados

Comentários

Publicidade