Notícias

IGQPI atribui selo aos vinhos produzidos em Chã das Caldeiras


19 Jun 2018 Economia


O Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual atribui selo aos vinhos produzidos em Chã das Caldeira com o registo da “Denominação de origem” e “Indicação geográfica”.


Trata-se de um projeto-piloto que segundo o Presidente do instituto, Abraão Lopes, visa valorizar o vinho produzido na ilha do Fogo tornando-o num produto mais competitivo quer no mercado nacional como no internacional.

A denominação de origem constitui um dos ativos da propriedade industrial e importante ferramenta para garantir a qualidade e a proteção de um produto produzido numa determinada área geográfica, no caso específico o vinho de Chã das Caldeiras o Instituto garante que todos os requisitos de ponto de vista qualidade, originalidade e procedência estão garantidas afiançou Abraão Lopes.

Na manhã de hoje o Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade realiza um workshop de socialização dos resultados finais do projeto-piloto denominação de origem dos vinhos produzidos na ilha do Fogo e amanhã fará a apresentação e depósito pela primeira vez por parte dos agrupamentos dos produtores do vinho do Fogo no IGQPI do pedido de registo para proteção das dos do vinho do Fogo e vinho Chã das Caldeiras.

Refira-se que este projeto-piloto conta com o financiamento da organização mundial da propriedade intelectual.


MCSA - MJM - RCV


Reportagem com a jornalista Maria Jose Macedo



Relacionados

Comentários

Publicidade