Notícias

Operadores privados vão ser chamados a apresentar projetos que Cabo Verde deve submeter aos financiamentos do BAD


Olavo Correia - Vice Primeiro-ministro e Ministro das Finanças
29 Mai 2018 Economia


Os projetos, que devem ser bancáveis, irão dar corpo ao programa que o Governo irá levar ao fórum que se realiza na África do Sul em Novembro próximo.


Este é um dos resultados da assembleia anual do Banco Africano de Desencolvimento,BAD, realizada na Coreia do Sul e onde participou o Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças que regressou ao país este fim-de-semana.
 
Segundo Olavo Coreia a necessidade de empregos para os jovens africanos foi uma das questões debatidas e a meta é cobrir o défice anual de 8 milhões de empregos para atingir os 11 milhões que África necessita para se desenvolver.

As linhas de crédito são essenciais mas, de acordo, com o Vice-Primeiro e Ministro das Finanças foi consensual que é preciso atuar sobre três fatores a começar com a qualidade da governação que viabiliza criar o ecossistema.

São os pressupostos indispensáveis à mobilização de financiamentos como é o caso compacto do BAD para os países africanos lusófonos e que conta com uma linha de crédito para a industrialização.

Para já, é dado assente que a linha de crédito é destinada a apoiar o setor privado nas áreas das energias renováveis, do turismo e o acesso a água e energias não só para o consumo humano como para a agricultura e as indústrias.


MCSA - RCV


Ministro das Finanças- Olavo Correia



Relacionados

Comentários

Publicidade